Parcerias a favor da Inclusão e da Diversidade

Acreditamos que defender causas com parceiros é um caminho poderoso.

No Universo+ Festival, temos a convicção de que a diversidade enriquece a experiência humana. Portanto, é com grande satisfação que apoiamos iniciativas que promovem a inclusão e dão destaque às vozes e talentos de pessoas de todas as idades e origens, em especial o 4º Festival Cine Inclusão 60+.

A Força da Diversidade Etária no Marketing

No cenário atual do marketing, inclusão e diversidade são palavras de ordem. Entretanto, a diversidade etária, particularmente a conexão com o público acima de 50 anos, muitas vezes é negligenciada. Empresas que tentam se aproximar nem sempre encontram a abordagem correta.

Uma Experiência Marcante no 4º Festival Cine Inclusão 60+

O 4º Festival Cine Inclusão é um exemplo inspirador de um projeto que coloca a maturidade no centro das atenções. É um verdadeiro tesouro de histórias e experiências que ressoam profundamente com o público. Como apoiadora, ao assistir a curtas e longas-metragens protagonizados por talentos maduros identifiquei uma série de conexão com nosso universo de estrelas do U+ Festival e tive a convicção de ter feito a escolha correta.

Inclusão e Representatividade nas Regiões Periféricas em Foco

O que torna este festival ainda mais valioso é a inclusão de obras resultantes de oficinas realizadas em regiões periféricas de São Paulo. Dar voz a esses talentos de áreas como Capão Redondo, Centro, Cidade Tiradentes, Heliópolis e Paraisópolis trouxe à tona histórias e perspectivas que precisamos conhecer e valorizar.

A Importância de Parcerias e Colaborações

No cenário empresarial contemporâneo, parcerias e colaborações desempenham um papel crucial no fortalecimento do empreendedorismo com propósito social. Defender causas por meio de parcerias com projetos já consolidados é uma estratégia eficaz.

Junte-se a Nós na Promoção da Inclusão e Diversidade

Convidamos empresas e profissionais a se unirem a nós nessa jornada de promoção da inclusão e diversidade. Acreditamos na importância de apoiar e promover iniciativas como o Festival Cine Inclusão e o Universo+ Festival. Juntos, podemos construir pontes para compreensão e valorização do público maduro, assegurando que suas vozes sejam ouvidas e celebradas com o respeito que merecem. 


Dia do Orgasmo: Desvendando o Prazer Feminino

Dia do Orgasmo: Desvendando o Prazer Feminino 🌟

Dia 31 de julho é o DIA MUNDIAL DO ORGASMO. E, no U+ Festival, não poderíamos deixar de celebrar esse BIG BANG do prazer, que mesmo em pleno 2023, ainda carrega dúvidas, confusões, desinformações e tabus.

Sabe que muitas mulheres ainda não sabem o que é o orgasmo? Algumas acreditam nunca tê-lo sentido, ou pior, não conseguem reconhecer quando o experimentam?

E para desmistificar essa sensação deliciosa nesse dia comemorativo, nada melhor do que começar com uma boa explicação:

O orgasmo pode ser considerado o momento de conclusão do ciclo de resposta sexual, ou seja, o ápice do prazer sexual. Importante ressaltar que ele dura apenas alguns segundos e pode ser sentido tanto na relação sexual com parceria como na masturbação, podendo ou não estar acompanhado de ejaculação.

Fisiologicamente, durante um orgasmo, ocorre uma resposta mediada pelo sistema nervoso, acompanhada por intensas contrações musculares do assoalho pélvico. Além disso, podem acontecer contrações de outros músculos do corpo, e as pessoas podem experimentar uma sensação de euforia, às vezes acompanhada de vontade de gargalhar ou até mesmo chorar.

Vale mencionar também que durante o orgasmo, liberamos neurotransmissores benéficos ao nosso organismo, como serotonina (que regula o humor), ocitocina (o "hormônio do amor" e do vínculo) e endorfina (que relaxa e diminui dores).

O que pode influenciar o ORGASMO?

O ciclo de resposta sexual, descrito por Masters e Johnson na década de 1960 e aprimorado por Basson nos anos 2000, explica como a resposta sexual acontece em nosso corpo e mente, sendo um processo que envolve interação entre fatores fisiológicos, psicológicos e ambientais, incluindo relações interpessoais, crenças e cultura.

Pesquisas brasileiras, como a realizada pela psiquiatra Carmita Abdo em 2010, mostram que 26,2% das mulheres sofrem de anorgasmia, ou seja, não conseguem atingir orgasmos. Essa disfunção sexual é uma das mais relatadas em consultórios médicos e afeta principalmente mulheres mais jovens e com menos experiência sexual.

As causas da anorgasmia podem variar, incluindo distúrbios ginecológicos, estresse, crenças religiosas e falta de conhecimento sobre o orgasmo, entre outros. Porém, fatores psicológicos geralmente estão fortemente associados à anorgasmia. Muitas mulheres que acreditam ter problemas físicos podem, na verdade, simplesmente não ter conhecimento suficiente ou não conseguirem se permitir sentir o prazer máximo.

O conhecimento do próprio corpo, da genitália e dos músculos do assoalho pélvico, bem como do ciclo de resposta sexual, são ferramentas poderosas para permitir que o orgasmo seja vivido plenamente.

Nós, do Universo+, desejamos tornar nossas estrelas cada vez mais potentes e autoconfiantes. Por isso, promovemos ações que estimulam o aprendizado, o autoconhecimento e o diálogo aberto, livre de preconceitos e amarras. Assim, torcemos para que vocês possam sentir esse prazer sempre que desejarem, de forma plena e sem limites.


U + Teatro recomenda a peça “Faça mais sobre isso”

U + Teatro recomenda a peça “Faça mais sobre isso”

No último sábado (22/07/23), a equipe U+ teve o prazer de prestigiar a peça "Faça Mais Sobre Isso", estrelada pela talentosa atriz e psicóloga Flavia Garrafa (@flaviagarrafa), no Teatro Renaissance.

Essa comédia reflexiva aborda o comportamento humano de maneira dinâmica e cativante. A atriz nos leva por um monólogo envolvente, tratando de temas como terapia, relacionamentos interpessoais e ação (ou a falta dela) após o desejo de agir. É uma experiência que nos desafia a encarar aspectos importantes da nossa existência e são temáticas nem sempre fáceis de se encarar.

Flavia Garrafa brilha no palco, cuidando de luz, som e cenário, mantendo o espectador totalmente imerso na trama. Ela interpreta a Dra. Laura, uma terapeuta comprometida profissionalmente, mas que também enfrenta desafios em sua vida pessoal sobrecarregada pelas pressões sociais.

A peça traz à tona a fragilidade e realidade da personagem, tornando-se uma jornada empática para o público. As situações apresentadas nos levam a reflexões sobre nossas próprias relações e sentimentos do cotidiano.

Sair do teatro com reflexões é sempre uma experiência fantástica, e por isso, recomendamos que não percam essa oportunidade! "Faça Mais Sobre Isso" terá sua última apresentação no próximo sábado (29/07). Garanta seu ingresso e embarque nessa incrível jornada conosco!

Ingressos no link: https://teatrorenaissance.com.br/flavia-garrafa-em-faca-mais-sobre-isso/

Juliana Schulze e equipe U+ Festival.

#FaçaMaisSobreIsso #TeatroReflexivo #UPlusFestival #ReflexõesDaVida #Mulheres50Mais


Meu Encontro com a Maturidade, no U+ Cine.

Meu Encontro com a Maturidade, no U+ Cine.
Por Bete Marin

Adoro a conexão entre ficção e a vida real. Para mim, a vida é como um filme, repleto de momentos emocionantes e reviravoltas que merecem um replay.

Hoje, quero compartilhar com vocês uma parte importante da minha jornada na maturidade, através de quatro filmes que me conectam profundamente à história do meu saudoso pai, um grande sonhador e meu maior incentivador a mergulhar no mercado prateado.

"Meu Pai" | "O Pior Vizinho do Mundo" | "Um Senhor Estagiário" | "UP: Altas Aventuras".

Esses quatro filmes retratam como superações não apenas do meu pai, mas de uma fatia significativa da nossa diversidade prateada. No caso do meu pai, a superação foi enfrentar a mudança de sua rotina com a chegada da aposentadoria. Já nos filmes, os protagonistas enfrentam a perda de companheiros(as), mudanças no trabalho, doenças degenerativas e desafios nas relações sociais.

Cada um desses filmes nos coloca no set de filmagem deste "limbo emocional". Os protagonistas podem se sentir presos no roteiro passado, lutando para se conectar com novos personagens e enredos. Nesses momentos, eles precisam de um estímulo, um estímulo para reajustar a direção e seguir em frente. Recordo-me de ser aquela "pedrinha no sapato" do meu pai, o incômodo que não o permitia sentar na poltrona e ver a vida passar como num filme.

Apesar de minhas inúmeras ofertas de entretenimento e passatempos, foi ele quem encontrou seu próprio caminho: criou uma oficina em casa e adaptou todo o ambiente para uma longevidade segura e confortável. Barras de apoio, luzes estrategicamente distribuídas pela casa, porta-remédios, adesivos antiderrapantes nas escadas e esculturas que aguçavam nossa criatividade, espalhadas pelo lar. Ele me ensinou, por meio do exemplo, a importância de tomar suas próprias decisões, independentemente da idade.

Se, por um lado, eu ajudei meu pai a questionar como seria sua nova vida após a aposentadoria, por outro, ele me ensinou sobre a importância da autonomia na maturidade e me incentivou a sonhar grande, impulsionando-me para investir no trabalho com propósito. Foram momentos intensos, importantes e de aprendizado mútuo.

Os protagonistas desses 4 filmes espelham perfis semelhantes, cada um enfrentando suas jornadas com motivos distintos, seja por mudanças no trabalho, nos relacionamentos afetivos ou por enfrentar doenças. Todos eles lidam com contratempos, mas encontram superação na coadjuvância.

Esses filmes nos lembram que a vida é repleta de desafios e oportunidades de crescimento. Assim como os protagonistas, todos nós temos a capacidade de reescrever nossa história e encontrar novos caminhos, mesmo diante das adversidades.

"Meu Pai" - NETFLIX e YOUTUBE - Lança luz sobre o drama entre pai e filha e um processo de declínio cognitivo acelerado por uma doença.

https://www.youtube.com/watch?v=1mTkHb0uBNs

"O Pior Vizinho do Mundo" PRIME VIDEO - Desvenda a convivência entre um homem e seus vizinhos e o poder transformador da amizade.

https://youtu.be/i9-t8H_5W0k

"Um Senhor Estagiário" PRIME VIDEO e YOUTUBE - Retrata a amizade inesperada entre um homem idoso e seu jovem chefe e os benefícios da intergeracionalidade.

https://youtu.be/r9oAFU-Sepw

"UP: Altas Aventuras" DISNEY PLUS - Nos leva numa aventura emocionante entre um homem idoso e a transformadora relação entre seus companheiros de jornada.

https://youtu.be/eeRAHXfK8uw

Convido a vocês a assistirem a essas emocionantes obras cinematográficas, identificando-se com os personagens e compartilhando suas reflexões conosco.

Vamos juntos celebrar a diversidade da maturidade e encontrar a inspiração em cada cena dessa emocionante jornada.

 


Quer diversão e inspiração? A Inquilina - uma peça teatral irreverente!

Quer diversão e inspiração? A Inquilina - uma peça teatral irreverente!

Você está em busca de uma experiência teatral única e inspiradora? Então temos uma indicação especial para você: "A Inquilina", uma peça que promete trazer um novo olhar para as mulheres de 50+ e mostrar surpresas que podem acontecer em qualquer idade.

Em cartaz no SESC Bom Retiro, em São Paulo, "A Inquilina" é uma obra teatral que nos convida a refletir sobre as possibilidades e oportunidades que a vida continua a oferecer. Com direção de Fernando Philbert e protagonismo das atrizes Luisa Thiré e Carolyna Aguiar, somos levadas a mergulhar nas dores e delícias vivenciadas pelas mulheres nessa fase tão significativa da vida.

"A Inquilina" nos mostra que enquanto houver vida e desejo, há tempo para mudar e experimentar as surpresas da vida, sem deixar que a passagem do tempo seja um obstáculo.

Não perca a oportunidade de assistir a essa peça super divertida. "A Inquilina" é um convite para quebrar estereótipos e enxergar a beleza e o potencial de cada momento da vida.

Celebre a mulher de 50+ e embarque nessa jornada de descobertas e confiança com "A Inquilina". Aproveite essa oportunidade para se inspirar e compartilhar essa experiência com amigos e familiares. Não deixe de prestigiar essa peça que traz à tona a importância de viver a vida ao máximo, independentemente da idade.

A Inquilina ficará em cartaz até o dia 13 de agosto de 2023. Mais detalhes pelo site do SESC


Filmes e séries que inspiram SORORIDADE, no U+ Cine.

Filmes e séries que inspiram SORORIDADE, no U+ Cine.
Por Leticia Stankus

No universo cinematográfico, encontramos histórias que nos emocionam, nos fazem refletir e nos inspiram. E quando essas histórias abordam o tema da sororidade, trazendo à tona a união, a empatia e o companheirismo entre mulheres de diferentes gerações, o impacto é ainda mais forte. Neste post, compartilho alguns filmes e séries que trazem esses valores tão importantes para mim e que recomendo para nosso U+ Cine.

FILMES

"Tomates verdes fritos" - Prime Video
Indicado ao Oscar. Com Kathy Bates, esse clássico dos anos 90 retrata uma dona de casa infeliz que passa a visitar uma idosa num asilo. Enquanto a senhora conta uma emocionante história da sua vida, a mais jovem ganha novas perspectivas.

Classificação: Comédia - Drama - Encantador - Suave

Quer conhecer mais? Links com críticas de especialistas:
https://www.queridoclassico.com/2021/09/tomates-verdes-fritos-relacionamento-idgie-e-ruth.html
https://valkirias.com.br/tomates-verdes-fritos/
https://www.voandocomlivros.com/post/tomates-verdes-fritos-resenha

https://www.youtube.com/watch?v=iwpOhyhWXyQ

"As Horas" - Prime Video, ClaroTV, Apple TV
Vencedora do Oscar de melhor atriz Nicole Kidman por sua personificação da escritora Virginia Woolf.
Em três períodos diferentes, três mulheres vivem e sofrem em silêncio. Une-as o romance "Mrs. Dalloway": em 1923, Virginia Woolf, a autora, enfrenta a depressão e o medo do suicídio; em 1949, Laura Brown, a leitora, sente-se presa a um casamento infeliz e a uma vida que detesta; em 2001, Clarissa Vaughn, a quem os amigos chamam "Mrs. Dalloway", planeja uma festa a um amigo que, no passado, foi seu amante.

Classificação: Drama - Envolvente - Emotivo - Suave

Quer conhecer mais? Links com críticas de especialistas:
https://cinemaemcena.com.br/critica/filme/6771/as-horas
https://www.papodecinema.com.br/filmes/as-horas/

https://www.youtube.com/watch?v=CkPWXUxIiXs

SÉRIES

"Gracie and Frankie" - Netflix
A história acompanha as duas personagens titulares, vividas respectivamente por Jane Fonda (Grace) e Lily Tomlin (Frankie), que não gostam uma da outra, mas observam impotentes suas vidas se cruzarem por uma artimanha do destino.

Depois de receberem a chocante notícia de que seus maridos, na verdade, são gays e estão se relacionando há quase duas décadas, ambas enfrentam um penoso divórcio e são obrigadas a dividir uma casa de praia, enfrentando suas próprias personalidades conflitantes até perceberem que só tem uma a outra e que, na verdade, elas têm muito mais em comum do que parece. Envolvendo-se em situações desde planos empresariais a tráfico de drogas, é essa relação hilária e tocante que nos chama a atenção desde o episódio piloto.
Falar sobre os temas discorridos ‘Grace and Frankie’ merece um artigo único, mas tentaremos resumir aqui algumas das várias reflexões que os episódios trazem às telinhas – cortesia de Kauffman, Morris e um incrível time criativo.
A série merece aplausos por quebrar tabus sobre idade e colocar em xeque uma prática extremamente preconceituosa que é conhecida como etarismo – cuja principal ideia é diminuir as necessidades e os desejos dos idosos. Em vários dos capítulos, Grace e Frankie se sentem tratadas com indulgência e condescendência e percebem que precisam usar suas vozes para ajudar a comunidade a que pertencem. Como se não bastasse, também temos incursões que falam sobre positividade corporal e sexual, homossexualidade na terceira idade, o medo do abandono e da morte, alcoolismo e reabilitação, adoção, maternidade, as múltiplas estruturas familiares da sociedade e muitos outros – tudo regado a boas doses de humor e de drama.

Classificação: Humor - Espirituoso - Irreverente - Peculiar - Drama

Quer conhecer mais? Links com críticas de especialistas:
https://cinepop.com.br/grace-and-frankie-5-motivos-para-assistir-a-essa-incrivel-serie-345438/

https://youtu.be/CDv6PRi1SgQ

"Supermães" ou "Working' Moms" - Netflix
A licença maternidade terminou. Com a volta ao trabalho, quatro mães precisam conciliar filhos, chefes, amor e a agitada vida em Toronto.
A série retrata o cotidiano de quatro mulheres que convivem em um grupo de mães. Ali, suas diferenças se escancaram: elas julgam umas às outras mas também se apoiam e se sensibilizam.

Classificação: Comédia - Ácida - Apimentado - Irreverente

Quer conhecer mais? Links com críticas de especialistas:
https://escotilha.com.br/colunas/maternamente/super-maes-cbc-netflix-resenha/
https://nanossaestante.com.br/2019/09/5-motivos-para-assistir-supermaes/
https://www.institutodecinema.com.br/mais/conteudo/critica-workin-moms

https://youtu.be/7iqS5XPcf90


Luto na Sexualidade: Sue Johanson, a musa da TV deixa seu Legado aos 93 Anos.

Luto na Sexualidade: Sue Johanson, a musa da TV deixa seu Legado aos 93 Anos.
Por Andrea Tornovski

Hoje nos despedimos de uma verdadeira referência da TV brasileira dos anos 90. Sue Johanson, aos 93 anos, nos ensinou de forma franca, direta e incrivelmente amigável sobre sexo. Essa enfermeira canadense, com sua sabedoria aos 60+, nos mostrou tudo de forma didática, sem medo de compartilhar seus "brinquedinhos" e nos ensinar como usá-los.

Seu carisma era incomparável no programa "Falando de Sexo" no GNT durante os anos 2000. Lá, ela dedicava um tempo para atender telefonemas e responder às perguntas mais peculiares do planeta. Com sua simpatia, Sue respondia com sinceridade, às vezes com um toque de sarcasmo ou humor, mas sempre trazendo verdades e curiosidades.

Em 1984, ela estreou o programa "Sunday Night Sex Show" em uma rádio local de Toronto, e logo ganhou uma versão para televisão pela emissora W Network, que foi ao ar entre 1996 e 2005. Nos EUA, seu programa "Talk Sex" foi lançado em 2002 e ficou no ar até 2008, sendo vendido para diversos países, incluindo o Brasil.

Sue Johanson deixou um legado importante ao quebrar tabus e abrir espaço para conversas abertas sobre sexualidade. Ela nos mostrou que falar sobre sexo pode ser informativo, divertido e acima de tudo, empoderador. Vamos lembrar com carinho dessa grande figura que nos ensinou tanto. Descanse em paz, Sue Johanson.


O poder do Estilo de Vida na busca por uma vida saudável!

O poder do Estilo de Vida na busca por uma vida saudável!

Já parou para refletir sobre o seu estilo de vida? Quando falamos em saúde, estamos nos referindo aos pilares fundamentais que nos levam a ter uma vida plena e longeva. E acredite, existe uma área da medicina dedicada a estudar esses pilares: a Medicina do Estilo de Vida (MEV).

A MEV, desenvolvida por estudiosos de Harvard e também por especialistas aqui no Brasil, não se restringe apenas aos médicos, mas também envolve fisioterapeutas, nutricionistas, educadores físicos e outros profissionais da saúde. Essa abordagem busca promover uma vida saudável, baseada em seis pilares fundamentais:

1.     Alimentação saudável: privilegiar uma dieta rica em vegetais, grãos e leguminosas, que fornecem os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo.

2.     Atividade física adequada: não se trata apenas de ir à academia, mas também de incorporar movimento em nossa rotina diária. O movimento natural do corpo é altamente recomendado para manter uma vida ativa e saudável.

3.     Manejo do estresse: o estresse faz parte da vida de todos, principalmente nas grandes cidades e na era moderna. No entanto, é fundamental aprender a lidar com o estresse excessivo e adotar técnicas para reduzi-lo e controlá-lo, a fim de evitar desconfortos físicos e mentais.

4.     Sono reparador: ter uma boa qualidade de sono, com duração suficiente, é essencial para a saúde geral do corpo e da mente.

5.     Conexões e relacionamentos: pertencer a um grupo, se conectar com pessoas, natureza e cultivar relacionamentos saudáveis são fatores importantes para uma vida plena e saudável.

6.     Controle de substâncias nocivas: evitar o consumo excessivo de álcool e tabaco é uma estratégia eficaz para reduzir doenças e aumentar a expectativa e a qualidade de vida.

https://youtu.be/LUTDkNODMvo

Ao adotar esses pilares em seu estilo de vida, você colherá benefícios incríveis. Estudos realizados por especialistas em Estilo de Vida mostram que a manutenção de bons hábitos nessas áreas tem um impacto positivo na prevenção e redução de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão, câncer e obesidade. Além disso, isso contribui para aumentar a expectativa de vida e, mais importante, viver com qualidade e autonomia.

Lembre-se de que nossos hábitos diários são fundamentais para construir uma vida longa e saudável. Quanto mais cedo nos conscientizarmos sobre a importância desses pilares e investirmos em autocuidado, melhor será nosso processo de envelhecimento.

No U+ Festival, acreditamos na disseminação de informações sobre autocuidado e saúde. Durante o evento presencial realizado em março de 2023, na Unibes Cultural, realizamos uma atividade chamada "Roda da Vida", onde nossas estrelas puderam avaliar seus próprios hábitos

Autora:

Juliana Schulze – cofundadora do U+ Festival

Fisioterapeuta e professora de Educação Física

Mestre em Ciências da Saúde pela Unifesp e Doutora em Psicologia Social pela PUC-SP

Pós- graduada em Medicina do Estilo de Vida pelo Einstein


Conhece o exercício próprio para o corpo feminino?

Conhece o exercício próprio para o corpo feminino?

Pois é isso que a Ginástica Feminina oferece. Há cerca de duas décadas, a fundadora do método, Juliana Schulze, já formada em Educação Física e Fisioterapia, sentiu a necessidade de desenvolver um trabalho voltado para o público feminino, contemplando o corpo da mulher como um todo.

O que motivou essa criação? Sua mãe, na época com 50 e tantos anos, que sentia dificuldade em encontrar um lugar para fazer exercícios que não tivesse um ritmo de academia e que pudesse trabalhar o corpo de forma equilibrada, com um pouco mais de calma. E ela não estava sozinha: muitas mulheres tinham essa mesma queixa.

Agora disponível com desconto para a comunidade Universo +. Basta acessar esse link e colocar o código UNVERSOMAIS.

Foi assim que a Ginástica Feminina começou a ser desenvolvida. Um dos diferenciais dessa modalidade de exercício é o foco no assoalho pélvico, uma região do corpo que, na época, pouco se falava. O assoalho pélvico é um conjunto de estruturas como ligamentos e músculos, que fecham a nossa pelve inferiormente, impedindo que os órgãos como bexiga, útero e reto desçam e evitando problemas como a bexiga caída. Além disso, essa região é responsável por manter a continência urinária e fecal, além de participar ativamente de uma boa vida sexual.

Nas aulas de Ginástica Feminina, os exercícios começam com atividades de consciência e percepção do assoalho pélvico, já que muitas mulheres nunca ouviram falar dessa parte do corpo. Depois de aprenderem a executar corretamente os exercícios, a intensidade dos movimentos é aumentada gradativamente, trabalhando o corpo todo e incluindo exercícios para os braços e para o equilíbrio.

A Ginástica Feminina foi pensada para TODAS as mulheres, mesmo que tenham alguma limitação física. É possível adaptar os exercícios e aumentar as dificuldades gradativamente, conforme o corpo vai se adaptando. Nas turmas mais avançadas, são utilizados materiais como caneleiras, halteres, elásticos e bolas, para aumentar a intensidade.

As mulheres que praticam Ginástica Feminina relatam vários benefícios, como melhora nas dores nas costas, aparência do abdômen, disposição, além de melhora nos sintomas urinários e sexualidade. Além disso, a consciência corporal é trabalhada, desde o assoalho pélvico até a postura ideal para fazer os movimentos, sem machucar ou gerar lesões. As aulas são uma ótima oportunidade para controlar o assoalho pélvico, além de aplicar o aprendizado em outras modalidades de exercício e até nas atividades do dia a dia.

Independentemente do tipo de exercício que você escolher, o importante é se mexer e encontrar uma atividade que faça bem para você. Seu corpo sentirá os benefícios e você poderá desfrutar de uma vida mais saudável e ativa.


U+ Festival acontece de 8 a 12 de março!

U+ Festival acontece de 8 a 12 de março e é dedicado a homenagear as mulheres maduras, com informações e soluções para suas necessidades

Fatos, pesquisas e dados demográficos chegam para provar que a maturidade vive um momento especial e de grande expansão.  Hoje já temos mais avós do que netos sobre a face da terra e, mais do que números, essa curiosa estatística reflete uma realidade de protagonismo econômico e social para as mulheres 50+. Foi pensando nisso, e com inclusão, superação e reinvenção, que nasceu o Universo + Festival, uma iniciativa que conspira a favor da mulher madura e que apresenta soluções para as necessidades deste público.

E é na semana do Dia Internacional da Mulher que acontece o U+ Festival, o primeiro festival brasileiro feito por mulheres maduras e que receberá as gerações de avós, mães e netas. Com foco exclusivo nos cuidados, atenção e protagonismo da mulher 50+, o evento será realizado de 8 a 11 de março de forma on-line e dia 12 de março no formato presencial, em São Paulo.

Para participar é muito simples:

De 8 a 11 de março será on-line e pelo YouTube – Basta entrar no link abaixo, curtir o canal e acionar o “sininho” para ser notificado quando o evento começar. https://youtube.com/@universofestival

Dia 12 de março será nosso evento presencial em São Paulo, na Unibes Cultural. Adquira o ingresso nesse link: https://www.sympla.com.br/evento/u-festival/1876752

https://www.youtube.com/watch?v=SaMRq4WTc-s

De acordo com Bete Marin, cofundadora do U+Festival, o objetivo é abordar temas relevantes para o bem-estar, sem tabus e preconceito, respeitando a individualidade e trazendo profundo conhecimento sobre hábitos e soluções para as necessidades das mulheres maduras. “Esse é um momento único, uma experiência capaz de promover descobertas, expansão e transformação, com foco exclusivo no protagonismo das mulheres 50+. Estudos mostram que a atual geração de mulheres maduras, cada vez mais heterogênea, tem em comum desejos e necessidades não atendidas e que os temas menopausa e sexualidade precisam ser mais debatidos, com informações úteis e relevantes disponíveis. Estamos envelhecendo totalmente diferente das nossas mães e avós e estamos abrindo caminhos para as próximas gerações ganharem ainda mais autonomia e liberdade, assim como mais oportunidades e espaço de voz na sociedade, na mídia e no mundo dos negócios. Esse nosso trabalho deve gerar benefícios para todas as mulheres e esperamos que seja o nosso legado”, declara.

A proposta do Universo +, primeiro festival do Brasil feito por e para mulheres maduras, é reunir um time de peso para discutir os principais temas, e que são prioridades para o universo feminino maduro, e receberá gerações de avós, mães e netas, com foco exclusivo nos cuidados, atenção e protagonismo da mulher com 50 anos ou mais.

As atrações do evento contam com a participação de grandes profissionais:

- 8 de março – SEXUALIDADE

Logo após a abertura, que acontece às 18h30, a antropóloga, escritora, professora e pesquisadora sobre a maturidade feminina há 30 anos, Mirian Goldenberg, lança seu novo livro chamado “A arte de gozar - amor, sexo e tesão na maturidade.

- 9 de março - MENOPAUSA

19 horas, Leila Rodrigues, autora do projeto @menospausamaisvida lança um estudo inédito, batizado de “Os bastidores menopausa.”

19h45, o ginecologista Igor Padovesi, também especialista em reposição hormonal, encontra as renomadas médicas Patrícia Valentini, ginecologista, mastologista, com abordagem integrativa e Esthela Oliveira, médica do esporte e especialista em atendimento de mulheres em fase menopausal.

Juntos vão debater sobre prevenção e tratamentos aos sintomas da menopausa. O encontro terá moderação de Camila Fause, cocriadora da SHE_t.

- 10 de março – SEXUALIDADE E DESCOBERTAS

19 horas, a psicóloga e sexóloga Ana Canosa se une à ginecologista e sexóloga, Aline Ambrósio, e à mediadora Isabel Dias, para juntas responderem como transformar o tabu e a invisibilidade em oportunidades de mercado.

19h45, o médico e neurocientista, Dr. Lucas Medeiros encontra a influenciadora Rosangela Carvalho, do perfil It Avó para desbravarem o que acontece com nosso cérebro na menopausa.

- 11 de março – MENOPAUSA E ATUALIDADES

16 horas - O tema principal será “Emagrecimento na Menopausa - Como fechar essa conta?”. A endocrinologista Tassiane Alvarenga, e a nutricionista Bianca Naves vão destacar os mitos e verdades sobre o emagrecimento na menopausa.

No dia 12, o encontro se torna ainda mais especial, alterando o formato para presencial.

Quem recebe o grande time é a Unibes Cultural, na capital paulista, e o evento tem início às 13h, com previsão de encerramento para às 19h40.

13 horas - abertura com os fundadores do U+ Festival, Bete Marin, Juliana Schulze, Letícia Stankus e André Stoll recebem as(os) convidadas(os) com o brunch natural, oferecido pela Agrobonfim.

14 horas - teremos o standup “Aos 60: uma comédia da puberdade à menopausa”, protagonizado pela atriz, escritora e humorista Angela Dippe.

14h50 - lançamento do projeto 3 Gerações 2023, com exposição de fotos e histórias de mulheres de 3 gerações, seja avó, mãe e filha ou amigas que desfrutam dos aprendizados da intergeracionalidade, com Carla Leirner e Sylvia Loeb, criadoras de conteúdo do @minhaidadenaomedefine.

15h20 - Intervenção artística com Maria do Céu Formiga, atendimento da consultora de estilo Sandra Carvalho sobre quais óculos combinam mais com seu rosto e estilo, com oferecimento das Óticas Mitani,

16 horas - um momento especial de prática guiada “Como seu estilo de vida pode fazer você viver mais e melhor?”, com as doutoras Juliana Schulze e Louise Montesanti.

18 horas – brinde com celebração musica 

19h40 - enceramento